segunda-feira, 30 de abril de 2012

¨¨¨Landisvalth Blog: Moto taxista é assassinado em Heliópolis

¨¨¨Landisvalth Blog: Moto taxista é assassinado em Heliópolis: Josenildo foi morto com um tiro na nuca      O seu nome é Josenildo Cardoso de Jesus. Conhecido por Galego Moto Taxista, estava próxi...

Eleições 2012: Congresso Municipal do PPS abre o bom debate sobre Heliópolis


Ana Dalva abrindo o Congresso Municipal do PPS


     O Congresso Municipal do PPS – Partido Popular Socialista - de Heliópolis foi a primeira experiência partidária em debater os problemas do município e deixar de lado a velha política dos acordos e conchavos. Foi o dia que o debate tomou o espaço da política do toma-lá-da-cá, como afirmou no discurso de encerramento a vereadora Ana Dalva, presidenta da legenda no município. Quem testemunhou com paciência o que disse a vereadora foi o presidente estadual do PPS, Aderbal Xavier, o Poli, participante ativo do congresso. José Gama Neves colocou o DEM como outro protagonista do evento.
Presença de todas as classes
  O congresso começou com um pouco mais de uma hora de atraso e a vereadora Ana Dalva fez a abertura do evento deixando claro que foram convidados todos os partidos que estão insatisfeitos ou não fazem parte da administração atual do município de Heliópolis. O Democratas, que além de parceiro do PPS patrocinou também o evento, escalou os principais nomes das diretivas estadual e municipal: José Carlos Aleluia e José Gama Neves. O PR – Partido da República - mandou o seu Líder na Assembleia Legislativa e o seu presidente municipal: Deputado Sandro Régis e Raimundo Lima. O PTN – Partido Trabalhista Nacional – escalou o seu presidente municipal, o bacharel em Direito Tiago Andrade. O PMDB foi representado pelo ex-vereador Mundinho do Tijuco e por Romerito Castro. O PV – Partido Verde – foi representado pelo fotógrafo Pedro Oliveira, embora o presidente do partido não tenha comparecido para proferir a palestra relacionada aos problemas da educação em Heliópolis.
O público ouviu com atenção tudo
  Para completar o quadro dos presentes, o PP – Partido Popular – foi representado por Adilson Oliveira (manhã) e pela tarde pelo presidente Adelson Oliveira, filhos do ex-prefeito Aroaldo Barbosa. O PT – Partido dos Trabalhadores – mandou os seus membros distanciados do poder municipal: Antônio Jackson, Zélia Maranduba (ex-vereadora) e o seu presidente Aderaldo Nobre. Da nossa região vieram para o evento Roberto da Farmácia (PSC – Fátima), João Barros de Santana – Barrinho - (PTN), Valtinho (vereador de Itapicuru), Magalhães (ex-prefeito de Sítio do Quinto – PMDB), José Batista de Andrade (Vereador e presidente do DEM de Sítio do Quinto), Edson Enfermeiro (Vereador de Sítio do Quinto - DEM) e o pré-candidato a vereador pelo DEM de Sítio do Quinto, Anselmo. Além dos políticos e dos palestrantes, marcaram presença o radialista Joilson Costa, da Pombal FM (do programa Rádio Revista, das 5:00 às 9:00 da manhã) e Carlino Souza, dono do portal homônimo de Sítio do Quinto.
Barrinho
A ex-vereadora Zélia
Além do presidente do PV, professor José Milton Alves Silva, não compareceram e não mandaram justificativa até o fechamento desta postagem: os representantes do PSC de Heliópolis: Ivan Fonseca e Ildinho Fonseca, embora tivessem confirmado presença. Também não veio para o Congresso a presidenta do PDT – Partido Democrático Trabalhista – Joana Darte Emídio, filha do ex-prefeito Zé do Sertão, e a vereadora Josefa Naudija (Naudinha), presdenta do PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira, que é esposa também do ex-prefeito. A vereadora Ana Dalva foi enfática. “Todos foram convidados por escrito e a muitos ainda eu fiz convite de reforço por telefone. Fiz questão de fazer assim para não dizerem depois que nós não permitimos diálogo e também para dar uma mensagem clara aos que fazem política no velho sistema: todo diálogo tem que ter Heliópolis como centro das discussões! Não faço política de vinganças ou de negociatas! Aplaudo os que vieram. Provaram que estão com boa vontade para mudar alguma coisa!”, concluiu.
Zezinho falou sobre o legislativo municipal
Jorge Souza
Com o tema Qual o verdadeiro papel do Poder Legislativo numa sociedade democrática?, o vereador José Uilson Reis (Zezinho) – Presidente da Câmara Municipal de Fátima – Bahia, traçou um perfil das dificuldades vividas pelos edis no exercício do mandato: “Muitos dos nossos colegas deixam suas prerrogativas parlamentares de lado para garantir as benesses do poder. Isto compromete a fiscalização da contas públicas e a criação de Leis.”, disse.
Dra. Maria Andrade
Já a Dra. Maria Andrade, Procuradora do Núcleo de Direitos Humanos de Cícero Dantas, trabalhou o tema Por que é tão difícil a luta pelos direitos humanos em nossa região?, revelando a falta de apoio em todas as áreas e a descrença do público na luta pela busca dos dirietos: “As pessoas precisam denunciar aquilo que achar que está errado. Não se constrói uma sociedade democrática com omissão e covardia. Não podemos deixar de gritar quando soubermos que um Promotor ou um Juiz estão prevaricando. Isso não ajuda em nada!”, concluiu.
Gama Neves (DEM) falou sobre as eleições 2012
O presidente do DEM de Heliópolis, e pré-candidato a prefeito - José Gama Neves fez uma exposição sobre O papel das oposições em Heliópolis e as perspectivas para 2012. Gama fez um quadro detalhado sobre os partidos que formam a dita oposição. ”Os partidos de oposição que temos dialogado são PPS, PR, PTN, PV, PP, PMDB e PSC. Coloco uma interrogação na atuação do PT e do PRB, mas as perspectivas são boas porque Heliópolis tem tradição em eleger prefeitos da oposição.”, profetizou.
José Carlos Aleluia argumentado
O ex-deputado Líder da Minoria na Câmara dos Deputados em Brasilia, ex-candidato a senador e atual  Presidente do DEMOCRATAS da Bahia  -  José Carlos Aleluia  - deu uma aula de alto nível mostrando O município como base dos programas de desenvolvimento e como os futuros gestores devem se preparar para não caírem na armadilha da corrupção. Resumiu o problema da seca no nordeste na frase: “30% da seca é problema do fenômeno climático, 70% é problema da falta de gestão.” E citou inúmeros exemplos de países que vencem seus problemas climáticos com planejamento e boa gestão e que, infelizmente, muitos vícios e a tentação da corrupção acabam comprometendo o andamento da boa política.
Deputado Sandro Régis (PR) e Zezinho
O Deputado Sandro Régis – Líder do bloco PR/PSDB na AL-BA – agradeceu a oportunidade de estar em Heliópolis e condenou o oportunismo que ronda a política. “Fui eleito na oposição e estou na oposição, mas há deputados que são cooptados pelo sistema porque não conseguem ficar longe das facilidades proporcionadas pelo governo. Isto fere a democracia.” Revelou ainda o deputado outras dificuldades que pintam o papel de subserviência do Poder Legislativo no Brasil ao Poder Executivo.
Pérola Marinho, da AMO
Depois de uma leve pausa para o almoço, foi a vez de Pérola Marinho – representante da AMO – Associação dos Amigos da Oncologia, em Aracaju, no estado de Sergipe, tratar do tema Saúde Pública e Câncer: prevenir para não remediar. A voluntária deixou claro que “o tratamento do Câncer é de graça no Brasil e em todo o mundo. É um direito de todos nós. Não acreditem em prefeitos que dizem ser o tratamento caro. Não é! Há verbas destinadas à cura da doença.” revelou. Pérola ainda distribuiu panfletos, camisas promocionais e colocou a AMO a disposição das pessoas de quaisquer segmentos para o auxílio no tratamento da doença.
Raimundo Lima
 Com o tema Quais os caminhos para uma vitória das oposições em Heliópolis em 2012?, o presidente do PR de Heliópolis - Raimundo Lima – falou que o caminho é a união de todos aqueles que não concordam com o atual projeto no poder, mas que “nessa união não pode haver o sufocamento do poder público. O privado não pode prevalecer sobre o público. A boa política só se justifica com o público no centro e não na periferia!”, disse. Raimundo se mostrou preocupado com a forma que se faz financiamento de campanha no município, mostrando que os empresários entram com dinheiro e querem receber o dobro do que investiram.
Dra. Ivana Santana
A advogada Ivana Santana – Doutoranda em Ciências Jurídicas pela Universidade Autônoma de Lisboa - em Portugal, deixou muita gente, que ouvia o evento às escondidas, preocupada. É que o tema dela foi Corrupção: como combater esta patologia política? E mostrou que não estudou para ver o dinheiro público ir para o ralo da corrupção e não fazer nada. “Sou filiada ao PCdoB, fui assessora de deputados que não eram do meu partido e tudo isso nunca me impediu de lutar contra o errado. Se um prefeito do meu partido caminhar nas trilhas da corrupção, o problema é dele. Vai ter que responder na Justiça. A ética, a moral, o bom uso do dinheiro público, o interesse público estão acima dos partidos e das amizades.”Dra. Ivana mostrou o calhamaço de denúncias apresentadas contra o prefeito de Serrinha, Osni Cardoso (PT).  
Joilson Costa
Os depoimentos de Dra. Ivana despertaram interesse do radialista Joilson Costa, outro constante denunciador de casos de corrupção no seu blogue e na Rádio Pombal FM. Joilson aproveitou para dar seu depoimento pessoal: “Vi a vereadora Ana Dalva inúmeras vezes no Tribunal de Contas fiscalizando a administração municipal, fazendo o seu papel de vereadora. Se todos fizessem isso no país, o nível de corrupção seria bem menor.”, revelou.
Prof. Marcos José
Em seguida o professor Marcos José de Sousa – Mestre em Educação pela UFS – Universidade Federal de Sergipe – e professor da rede pública da Bahia em Fátima, tratou do tema A evolução da política passa pela melhoria da educação. Com uma argumentação segura, o professor mostrou as dificuldades que a educação enfrenta para se confirmar como alicerce da democracia e do progresso do Brasil. “Há muitos problemas, inclusive de atuação dos nossos colegas, mas há pontos positivos na escola pública. Em Fátima estamos com 3 repúblicas de estudantes em Aracaju e um estudante com trabalho científico na USP.”, disse. Marcos também deixou claro que a educação começa na família, mas a escola é um complemento indispensável.
Fernando Dantas
Representando Pedro Oliveira (PV), Beto Moura (DEM) e Fernando Dantas (PPS), Jorge Souza (PR), jornalista do IMPACTO, fez palestra com o tema As perspectivas para o futuro da juventude em Heliópolis. Depois de fazer um resumo do que disse os palestrantes, Jorge lamentou a ausência de uma maioria jovem na plateia. “Eu não entendo como muitos jovens perderam a oportunidade de estar aqui debatendo assuntos tão importantes para consolidação do futuro de todos nós.”, indagou.    
Em seguida o professor Landisvalth Lima fez a exposição detalhada das propostas do PPS para a administração 2013 a 2016. “Ana Dalva sendo a candidata, estas propostas virarão programa de governo. Em caso de apoio do PPS a outro candidato ou candidata é condição primordial do apoiado ou da apoiada abraçar estas propostas, com o viés da abertura para o debate e para o recebimento de sugestões.”, finalizou.
Adelson Barbosa
Aderaldo Nobre
Em seguida a palavra foi franqueada aos presentes. Antônio Jackson Maranduba disse que não estava ali como dissidente do PT, mas como um membro do partido e aproveitou para se colocar à disposição, insistindo na necessidade de manter o diálogo. O presidente do PT Aderaldo Nobre disse que o partido quer lutar para ter um candidato a prefeito e se mostrou aberto ao diálogo, deixando claramente transparecer oposição à atual gestão municipal. O ex-vereaor Josoaldo de Santana, de Cruz das Almas, elogiou o evento e propôs a criação de uma Universidade do Sertão na nossa região como uma proposta a ser abraçada por todos, para trazer desenvolvimento tecnológico e melhorar as condições de vida. Da plateia também veio o depoimento de José de Dadu, também petista. Ele pediu que todos pudesse sentar para unir a oposição e acabar com as coisas erradas do município. O presidente do PP, Adelson Barbosa disse que louvava o comportamento político de Ana Dalva e Landisvalth, embora considere o professor radical. “Sei que ele faz isso com bons propósitos. Se meu pai o tivesse ouvido outrora, não estaríamos na situação em que nos encontramos.
Poli, presidente do PPS-BA
Antônio Jackson
Em seguida falou o presidente estadual do PPS – Aderval Xavier – o Poli. Fez elogios ao congresso, exaltou a vereadora Ana Dalva, a Dra. Ivana Santana, a Dra. Maria Andrade, o José Carlos Aleluia e todos os demais participantes do evento. “É raro nesta Bahia enorme ver um congresso com tantos temas importantes e com um nível tão alto de palestrantes.”, disse. Em seguida, Poli deu mais algumas sugestões para inclusão no programa do partido e desejou que Ana Dalva fosse a escolhida como candidata das oposições, mas, se não fosse possível, que o PPS estavam dando uma contribuição significativa para o futuro do município de Heliópolis.
Um público de alto nível
O encerramento foi feito pela vereadora Ana Dalva. Ela agradeceu a todos os participantes do evento. “Fizemos nossa parte. Não estamos negociando na base do toma-lá-da-cá. Estamos debatendo Heliópolis e estamos abertos ao diálogo. O PPS tem um acordo com o DEM. Ou eu ou Gama Neves será candidato deste segmento. Estamos abertos ao diálogo, mas Heliópolis deve ser o centro. Minha luta como vereadora da oposição é uma luta quase só, mas espero que tenha valido a pena. Muito obrigada a todos!”, e encerrou. 
        (Dê um clique nas fotos para ampliá-las)
     Mais sobre o Congresso do PPS no portal do Joilson Costa e no portal do PPS-BA.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

¨¨¨Landisvalth Blog: Contas da Assembleia Legislativa por debaixo do pa...

¨¨¨Landisvalth Blog: Contas da Assembleia Legislativa por debaixo do pa...:  Tiago Melo | Bahia Notícia Somente três assembleias legislativas brasileiras tornam públicas, por meios eletrônicos, as informações ...

PPS de Heliópolis realiza congresso sábado


A vereadora Ana Dalva Batista Reis convida toda comunidade de Heliópolis para o Congresso Municipal do PPS - Partido Popular Socialista, dia 28 de Abril, próximo sábado, na Câmara Municipal de Heliópolis. Participe. Venha discutir Heliópolis hoje para não ser enganado amanhã! Veja a programação: 
           (Clique na programação para ampliá-la)

terça-feira, 24 de abril de 2012

¨¨¨Landisvalth Blog: Greve dos professores: Justiça nega recurso

¨¨¨Landisvalth Blog: Greve dos professores: Justiça nega recurso:      O desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia, (TJ-BA), Gesivaldo Britto, indeferiu o recurso de agravo interposto pelo Sindicato...

¨¨¨Landisvalth Blog: SSP do Espírito Santo desmente morte de estudantes...

¨¨¨Landisvalth Blog: SSP do Espírito Santo desmente morte de estudantes...: Danilo Bahiense      O Superintendente de Polícia do Interior da Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo, Danilo Bahiense, ...

¨¨¨Landisvalth Blog: Prefeitos do PCdoB e PMDB são cassados pelo TRE

¨¨¨Landisvalth Blog: Prefeitos do PCdoB e PMDB são cassados pelo TRE: Carlos Caraíbas (PCdoB) Maria Maia (PMDB)      O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) chegou à conclusão, na manhã desta terça-feira...

¨¨¨Landisvalth Blog: Estudantes foram assassinados e corpos jogados num...

¨¨¨Landisvalth Blog: Estudantes foram assassinados e corpos jogados num...: Os corpos dos cinco jovens desaparecidos desde a última sexta-feira (20) foram encontrados nesta terça-feira (24) pela Polícia Militar d...

segunda-feira, 23 de abril de 2012

¨¨¨Landisvalth Blog: Universitários do Espírito Santo desaparecem na Ba...

¨¨¨Landisvalth Blog: Universitários do Espírito Santo desaparecem na Ba...: Os universitários de São Mateus e Colatina saíram do estado às 19h e, de acordo com parentes, foram vistos pela última vez em um posto de ...

Convite: Congresso Municipal do PPS

A vereadora Ana Dalva Batista Reis convida toda comunidade de Heliópolis para o Congresso Municipal do PPS - Partido Popular Socialista, dia 28 de Abril, próximo sábado, na Câmara Municipal de Heliópolis. Participe. Venha discutir Heliópolis hoje para não ser enganado amanhã! Veja a programação: 
           (Clique na programação para ampliá-la)

¨¨¨Landisvalth Blog: Cachoeira diz que vai “matar a pau” na Caixa Econô...

¨¨¨Landisvalth Blog: Cachoeira diz que vai “matar a pau” na Caixa Econô...: Carlinhos Cachoeira (Foto: Roosewelt Pinheiro/ABr) ÉPOCA tem acesso a diálogos em que o bicheiro comemora nomeação e contratos milio...

quarta-feira, 18 de abril de 2012

PPS de Heliópolis fará congresso dia 28



Ana Dalva
    O Partido Popular Socialista de Heliópolis – PPS – fará seu congresso municipal no dia 28 de abril, das 08:00 às 18:00 horas, na Câmara Municipal de Heliópolis. A vereadora Ana Dalva Batista Reis, presidenta do partido, disse que o congresso vem numa boa hora. “Estamos vivendo um marasmo na política de Heliópolis e a oposição corre o risco de repetir os mesmos erros do passado. Espero que este congresso dê um norte aos que querem colocar Heliópolis no caminho do progresso.”, disse. Ao todo, Ana Dalva disse ter convidado nove partidos, contando com os dissidentes do PT, e todos terão seu espaço para expor as ideias pertinentes ao tema AS PATOLOGIAS POLÍTICAS E OS CAMINHOS PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA HELIÓPOLIS MELHOR. O presidente do PPS da Bahia Ederval Araújo Xavier, o Poli, é o único que ainda não pode confirmar presença. O ex-deputado e candidato a senador pelo Democratas José Carlos Aleluia já confirmou presença. Também está confirmada a palestra de Sandro Régis, deputado Líder do bloco PR/PSDB. Ana Dalva afirma que será o encontro de várias lideranças para discutir Heliópolis. “O centro da discussão política deve ser o município e seus moradores e não a troca de favores ou cargos. Faremos um bom congresso.”, finaliza.
     Veja a seguir a programação completa:
     Congresso Municipal do Partido Popular Socialista – PPS - Heliópolis – Bahia
  Tema: AS PATOLOGIAS POLÍTICAS E OS CAMINHOS PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA HELIÓPOLIS MELHOR
                                Programação:
08:00 : Acolhimento
08:30 : Abertura - Vereadora Ana Dalva Batista Reis – Presidenta Municipal do PPS – Heliópolis
09:00 : Qual o verdadeiro papel do Poder Legislativo numa sociedade democrática?
José Wilson (Zezinho)
         - Vereador José Wilson (Zezinho) – Presidente da Câmara Municipal de Fátima – Bahia
09:30 : Por que é tão difícil a luta pelos direitos humanos em nossa região?
         - Dra. Maria Andrade, Procuradora do Núcleo de Direitos Humanos de Cícero Dantas.
10:00 : Saúde Pública e Câncer: prevenir para não remediar.
        - Profa. Pérola Marinho – representante da AMO – Associação dos Amigos da Oncologia, em Aracaju-SE.
10:30 : O papel das oposições em Heliópolis e as perspectivas para 2012.
José Gama Neves
   - José Gama Neves – Presidente do DEMOCRATAS de Heliópolis
11:00 : O município como base dos programas de desenvolvimento e como os futuros gestores devem se preparar para não caírem na armadilha da corrupção
José Carlos Aleluia
   - José Carlos Aleluia – Presidente do DEMOCRATAS da Bahia.
11:30 : A conjuntura política baiana e o papel da Assembleia Legislativa da Bahia
Deputado Sandro Régis
      -Deputado Sandro Régis – Líder do bloco PR/PSDB na ALBA.
12:00 : Quais os caminhos para uma vitória das oposições em Heliópolis em 2012?
    - Raimundo Lima – Presidente do PR – Partido da República – em Heliópolis.
12:30 : Almoço
13:30 : Corrupção: como combater esta patologia política?
         - Advogada Ivana Santana – Doutoranda em Ciências Jurídicas pela Universidade Autônoma de Lisboa - em Portugal.
14:00 : A evolução da política passa pela melhoria da educação.
Prof. Marcos José
        - Prof. Marcos José de Sousa – Mestre em Educação pela UFS – Universidade Federal de Sergipe – e professor da rede pública da Bahia em Fátima.
14:30 : Alguns problemas da educação pública em Heliópolis.
Prof. Landisvalth
        - Prof. José Milton Alves Silva – Presidente do PV- Partido Verde – de Heliópolis e professor das redes municipais de ensino de Heliópolis e Fátima.
15:00 : As perspectivas para o futuro da juventude em Heliópolis. 1 - Fernando Dantas – representante da juventude do PPS de Heliópolis, 2 - Jorge Sousa – representando a juventude do PR de Heliópolis, 3 - Pedro Oliveira – representando a juventude do PV de Heliópolis, 4 - Beto Moura – representado a juventude do DEM de Heliópolis
Poli - presidente do PPS da
15:40 a 16:30 : Espaço reservado aos representantes  do PSC, PDT, PSDB, PMDB e dissidentes do PT.
16:30 : As propostas do PPS de Heliópolis para a gestão 2013 a 2016.
    - Prof. Landisvalth Lima, do PPS de Heliópolis.
17:00 : Palavra do Presidente Estadual do PPS: Ederval Araújo Xavier (Poli).
17:15 : Palavra franqueada
17:00 : Pronunciamento final com os resultados do Congresso:
           Vereadora Ana Dalva Batista Reis.
18:00 : Encerramento.

terça-feira, 17 de abril de 2012

¨¨¨Landisvalth Blog: Sandro Régis apresenta o “Lorotil” da Bahiafarma

¨¨¨Landisvalth Blog: Sandro Régis apresenta o “Lorotil” da Bahiafarma:                         por José Marques - do Bahia Notícias Deputado Sandro Régis apresenta o "Lorotil"      Ao usar seu tempo no p...

¨¨¨Landisvalth Blog: Deputado culpa governador da Bahia pela greve dos ...

¨¨¨Landisvalth Blog: Deputado culpa governador da Bahia pela greve dos ...: Deputado Bruno Reis (PRP)      O deputado Bruno Reis (PRP) culpou o governador Jaques Wagner (PT) pela greve dos professores em seu d...

¨¨¨Landisvalth Blog: APLB revela mentira do governo e diz que greve con...

¨¨¨Landisvalth Blog: APLB revela mentira do governo e diz que greve con...:       por Rodrigo Aguiar – do Bahia Notícias Documento que comprova o acordo (foto: Evilásio Júnior)      Em entrevista ao program...

Moradores denunciam queima de lixo em Heliópolis


     Por Davi Mendes – do Bahia Notícias
    Moradores de Heliópolis, no nordeste baiano, denunciaram nesta segunda-feira (16) uma prática que a prefeitura tem utilizado para descartar todo o lixo produzido no município. De acordo com os denunciantes, os resíduos sólidos coletados em toda a zona urbana são depositados em um aterro sanitário localizado no bairro Santos Dumont, a 500 metros do centro da cidade. Além do lixo, a área passou a receber muitos cadáveres de animais de grande porte, mortos por conta da seca que castiga a região. Para se livrar dos entulhos, a administração municipal resolveu incinerar ao ar livre todo o material depositado no espaço. Com a queima, gases tóxicos são liberados, se espalham pela cidade e invadem as casas de bairros da zona urbana do município, o que torna o cotidiano de muitos heliopolenses uma verdadeira tortura.
    Além do mau cheiro, a fumaça produzida tem contribuído para o aumento de casos de doenças respiratórias e de pele no município. "Como é muito perto da cidade, está difícil suportar o cheiro de plástico queimado e de carcaça queimada. Muitas crianças estão ficando intoxicadas e alguns moradores do bairro Santos Dumont já se mudaram. O prefeito tem que tomar providências", cobrou o morador José Gama Neves. O artigo 29 da Lei de Política Nacional de Resíduos Sólidos aponta que “cabe ao poder público atuar, subsidiariamente, com vistas a minimizar ou cessar o dano, logo que tome conhecimento de evento lesivo ao meio ambiente ou à saúde pública relacionado ao gerenciamento de resíduos sólidos”.
   Segundo os denunciantes, um abaixo assinado foi produzido e entregue ao prefeito Walter Almeida Rosário (PCdoB) há dois meses, mas até o momento os procedimentos utilizados no lixão de Heliópolis continuam. Pela Lei 9.605, o gestor poderá responder penal e administrativamente pela conduta, considerada lesiva ao meio ambiente e à saúde pública. O Bahia Notícias tentou entrar em contato com a administração municipal, mas ninguém foi encontrado para falar sobre o assunto.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

¨¨¨Landisvalth Blog: Professores da Bahia querem derrubar liminar e gre...

¨¨¨Landisvalth Blog: Professores da Bahia querem derrubar liminar e gre...:       Categoria prepara manifestação na sede da governadoria, no Centro Administrativa da Bahia (CAB), na próxima quarta-feira (18)     ...

¨¨¨Landisvalth Blog: Corrupção: Mensalão do PT e o preço do voto

¨¨¨Landisvalth Blog: Corrupção: Mensalão do PT e o preço do voto:       Infográfico de VEJA.com aponta os beneficiários da propina, as datas dos pagamentos, os valores e sua correspondência com votações n...

¨¨¨Landisvalth Blog: Carro arrobou apartamento no 2º andar

¨¨¨Landisvalth Blog: Carro arrobou apartamento no 2º andar: Um arrombamento nas alturas! (Foto: G1)      Um carro invadiu o segundo andar de uma casa no bairro do Itaim Paulista, Zona Leste de ...

¨¨¨Landisvalth Blog: Professores estaduais de Sergipe também estão em g...

¨¨¨Landisvalth Blog: Professores estaduais de Sergipe também estão em g...:     Professores acampam na porta da Assembleia. Categoria cobra o reajuste do Piso Salarial do Magistério. Categoria vai fazer vigilia na ...

¨¨¨Landisvalth Blog: Presídio em Sergipe é tomado por detentos

¨¨¨Landisvalth Blog: Presídio em Sergipe é tomado por detentos:      Por Janaina de Oliveira, Kátia Susanna (texto e fotos) com colaboração de Raquel Almeida – do Portal INFONET Parentes esperam a...

domingo, 15 de abril de 2012

Prefeito inaugura casas para os bobos


Nota do Correio: Casa do Poetinha

Temos que admitir, bem que o Governo Federal fez sua parte. O número é pequeno, mas já é alguma coisa. Não resolve o problema da falta de moradia em Heliópolis, porém é um início. E para provar que faz um esforço para resolver este carma da falta de moradia, Brasília já liberou mais 40 casas para Heliópolis. Ocorre que as 30 primeiras, que foram “inauguradas simbolicamente” no dia 11 de abril, aniversário de emancipação de Heliópolis, é motivo de piada. O desastre do desgoverno de Walter Ro$ário se faz presente até na hora das inaugurações.

Falta quase tudo nas casa "inauguradas"
A primeira piada saiu das palavras inoportunas do secretário de administração José Mário. Ele alegou que não estava entregando de verdade as chaves da casa por culpa e graça da Coelba. A empresa de energia elétrica está sendo responsabilizada pela falta de iluminação, de calçamento, de água encanada e de saneamento básico. Também está sendo acusada de não concluir verdadeiramente as obras. Nas palavras do secretário, quem jamais cometeu erros foi o governo Walter Ro$ário. Típico discurso para tentar esconder a má vontade e a incompetência.
Má vontade ou incompetência? Recursos não faltaram.
O presidente do Democratas de Heliópolis, José Gama Neves, foi feliz quando comparou as casas do projeto Minha Casa Minha Vida no município com a casa engraçada da música de Vinicius de Morais. A inserção foi publicada no CORREIO no último dia 14 e vai aqui reproduzida. A nota engraçada atenua um pouco a bestialidade do administrador que recebeu 510 mil para fazer 30 casas e foi incapaz de fazer realizar as mínimas ações cabíveis ao município: providenciar a energia, o esgotamento sanitário, a ligação de água e o calçamento. Do jeito que se encontra o local, Walter Ro$ário denigre a imagem do PCdoB, da presidenta Dilma e do município de Heliópolis.
Nem luz, nem água, nem esgoto, nem calçamento
A vereadora Ana Dalva providencia juridicamente mais uma denúncia no Ministério Público de Cícero Dantas, que deve estar muito atarefado. Isto porque as denúncias não estão sendo apuradas. Talvez por isso o prefeito, acreditando na impunidade, não esteja muito preocupado com as denúncias apresentadas pela vereadora. Estamos no último ano de mandato e nada acontece. Enquanto isso, Walter Ro$ário continua fazendo das suas e inaugurando casas “na rua dos bobos, número zero”.
Dê um clique nas fotos para ampliá-las.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Um cofre no lugar do coração


                         Landisvalth Lima
 Heliópolis fará nesta quarta-feira, 11 de abril, 27 anos de existência como município desmembrado de Ribeira do Amparo. Eu participei ativamente da vida desta cidade. Criei aqui o seu primeiro jornal, um grupo de teatro, fui o primeiro diretor do Waldir Pires, fiz até cinema e ainda publiquei dois livros. Casei-me com Ana Dalva, natural daqui do povoado Farmácia, e aqui nasceram minhas duas filhas. Embora filho de Serrinha e amante de Aracaju, não posso negar que Heliópolis é, de há muito, um órgão do meu corpo. Estamos ligados. Entranhados um ao outro por razões subjetivas que transcendem às mais complexas teorias psicofisiológicas. Por isso me doem muito quaisquer coisas que façam ao município de ruim.
     Já sofri quando um ex-prefeito prometeu uma praia no açude Pindorama, quando um outro assinava um talão de cheques em branco e o entregava ao seu chefe ou coronel. Sofri também quando o município pagou tratamento de pele e suspensão de seios a uma elegante senhora da então alta administração e, ao mesmo tempo, deixou desamparado por certo um homem que desapareceu até a data de hoje e o mistério ainda ronda as casas dos familiares envolvidos. Sofri quando um ex-alcaide falsificou uma lei da Câmara Municipal e os documentos que comprovavam tudo foram misteriosamente roubados em Cícero Dantas. Sofri também quando vi funcionários fantasmas recebendo salários polpudos e os repassando para parentes, aderentes e penitentes ligados ao prefeito de então, numa construção visível de caixa-dois tupiniquim e descarado. Fiquei angustiado quando um prefeito mudou de lado só para ter uma licença especial para uso de arma e quase larguei tudo quando soube que alguns milhares de votos daqui eram trocados por bois, cargos no governo, cheques pré-datados, quitação de dívidas e até licores franceses autênticos!
     Heliópolis e eu sofremos muito! E o pior ainda estava por vir. Sim, caro leitor ou leitora, estamos no fundo do poço. Posso hoje dizer com todas as letras que nunca houve governo mais cruel, mais desumano e mais nefasto que o do atual prefeito, com licença do nome próprio, Walter Almeida Rosário! Só quem está tomado pela vespa do poder, ou quem pensa como o alcaide e sua primeira dama, não vê no que afirmo aqui uma nesga de verdade. E tomei o cuidado de citar os erros de administrações anteriores para que não digam que estou aqui fazendo proselitismo político. Não desejo jamais uma volta ao passado. E olhe que devo até admitir que aconteceu aqui e ali alguma coisa boa. Foram poucas, mas aconteceram. Vi vida de pessoas serem salvas, vi bons profissionais da educação evoluírem, vi obras importantes serem realizadas, enfim, algumas ações que muitos podem dizer que foram eleitoreiras e outros podem dizer que foram por obrigação da função. Elas, é verdade, não foram suficientes para cobrir algumas desgraças das administrações anteriores, mas confirmam que todas estas maldades juntas nos 23 anos anteriores são um profundo corte na mão diante da facada que o povo de Heliópolis está recebendo do Waltinho do “Seu” Detinho.
     Não. Tenham paciência! Não vou aqui citar os já conhecidos superfaturamento de festas, nem os leilões de animais, nem compra de casas, muito menos as reformas luxuosas. Não vou perder tempo em citar os carros novos, as diárias intermináveis, as obras municipais empenhadas sobre as obras estaduais, o embargo de obras, a compra aberta de lideranças, a péssima merenda escolar, os gastos injustificáveis do PETI e do CRAS, a merenda superfaturada do programa Segundo Tempo, o gasto de algo em torno de 100 mil reais para a construção do canteiro da rua Régis Pacheco (rua das Pedrinhas), a falta de um plano de cargos e salários digno ao funcionalismo, as compras estranhas para o setor de saúde, as perseguições aos funcionários... Ufa! A lista é enorme de denúncias feitas pela vereadora Ana Dalva. Isto todos nós já sabemos. Um dia, cedo ou tarde, o prefeito vai responder cada centavo que por ventura for provado que ele desviou do município.
     O que quero aqui usar como base da crueldade do Waltinho de “Seu” Detinho e seus auxiliares, ou cúmplices, é a situação que vivemos com a prolongada estiagem. É preciso que o prefeito saiba que água encanada não mata fome. Walter Rosário precisa saber que o Bolsa Família é um complemento e não a principal fonte de aquisição de alimentos. Há pessoas passando necessidade e muitas famílias já se encontram em decadência falimentar. Nenhuma atitude foi tomada pela administração municipal. Os municípios de Poço Verde e de Fátima, vizinhos nossos, já estão tomando as devidas providências há mais de três meses. A economia do município de Heliópolis está indo para as cucuias e centenas de pessoas já estão migrando para São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Qualquer loja no comércio está vendendo apenas 25% do que negociava e a caderneta do fiado está engordando. Foi a pior Pascoa dos últimos quinze anos e o pior dia das mães está por vir. E só há uma explicação para essa falta de visão do prefeito: ou detesta pobre ou tem no lugar do seu coração um cofre.
     Pior é saber que nem mesmo o Legislativo Municipal se importa. Se a vereadora Ana Dalva não reclamar, ou não usar a palavra em alguma sessão, a reunião se encerra em minutos. Parece que não temos problemas. Soube até de uma reunião que houve com os assessores e secretários. Cheguei até a pensar que era para alguém alertar sobre a tragédia da seca. Não! Era para reclamar que nem todas as pessoas que exercem cargos de confiança estavam presentes na festa da emancipação, que serviu como pano de fundo para inaugurar os canteiros (chamados de Praças) e entregar as benditas casas populares conseguidas juntos ao Governo Federal, e que ainda se encontram sem água, energia elétrica, esgoto e calçamento. É uma necessidade constante de holofotes! Por isso, festa! Festa para o povo! Para que falar de miséria! O povo gosta do luxo! E haja fogos para queimarem o dinheiro público e passarem a mensagem de que está tudo bem! E tomem papocos, rojões, chuvas e brilhos! Enquanto isso uma criança sorri da desnutrição e um senhor tem a perna amputada pela ausência de saúde e pela presença da ignorância!
     A administração Walter Rosário é a maior desgraça da nossa história e o mais cruel e desumano governo de todos os nossos 27 mal vividos anos. 

¨¨¨Landisvalth Blog: Professores de Canudos entram em greve

¨¨¨Landisvalth Blog: Professores de Canudos entram em greve:      Professores do município de Canudos pararam suas atividades nesta segunda (9) por tempo indeterminado. O movimento teve início logo...

¨¨¨Landisvalth Blog: China condena ativista dos Direitos Humanos

¨¨¨Landisvalth Blog: China condena ativista dos Direitos Humanos: Ni Yulan e o marido Dong Jiqin foram condenados      A Justiça da China condenou a advogada e ativista dos direitos humanos Ni Yulan ...

¨¨¨Landisvalth Blog: Valadares é indicado para presidir Conselho de Éti...

¨¨¨Landisvalth Blog: Valadares é indicado para presidir Conselho de Éti...: O senador sergipano Antonio Carlos Valadares      O vice-presidente do Conselho de Ética do Senado, o senador Jayme Campos (DEM-MT) a...

domingo, 8 de abril de 2012

Obra de creche é embargada e prefeito ignora Justiça


Aquilo que seria a grande realização do suposto governo de Walter Rosário parece que caminha para dar em nada. A Creche do Projeto Proinfância do Governo Federal, que abrigaria 240 crianças do município de Heliópolis, localizada na rua Mangabeira, está embargada pela Justiça e a solução para o problema parece distante.
A creche, quando construída, terá este formato
Heliópolis é uma cidade que ainda não encontrou sua vocação para o progresso. Ao completar neste 11 de abril 26 anos de emancipação, tem abrigado políticos e administradores vocacionados para práticas bestiais e repletas de incompetência. Já começamos pelas inúmeras irregularidades ocorridas no local onde está sendo construída a creche. O terreno já pertenceu a uma associação do finado Delé (Eneregildo Pereria, falecido o ano passado), com doação feita pela prefeitura na época do governo Aroaldo Barbosa. Vencida a eleição, José Emídio (Zé do Sertão) retomou a posse do imóvel para o município e lá construiu um complexo esportivo que nunca funcionou. Há ainda no terreno a construção de uma quadra de esportes que está sendo construída novamente. Explico: onde existia uma quadra está sendo construída outra com dinheiro do Governo da Bahia na atual administração. Ali também tem um centro digital que nunca funcionou. Agora está sendo construída a creche e parece que também não vai funcionar, pelo menos por enquanto.
Tudo isso fruto de uma querela que se inicia em dezembro de 2010 e tem origem na 2ª Promotoria de Justiça de Cícero Dantas, Procedimento Ministerial nº 656.0.221311/2010, Portaria nº 27/2010. Com fundamento no art. 129, III, da Constituição Federal, art. 25, I, da Lei 8.625/1993, e no art. 73, I c/c o art. 77, § 1º, da Lei Complementar Estadual nº 11/96, foi aberto apuração de irregularidade em publicidade de edital referente a processo licitatório Convênio nº 701755/2010/Proinfância, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, consubstanciadas em recusa pela municipalidade de Heliópolis no fornecimento do referido edital à EMPRESA PROJETOS INTEGRADOS E ENGENHARIA LTDA. A data de instauração é de 15 de Dezembro de 2010. O advogado que assina a peleja é dr. Lázaro Paulo Apolônio Ferreira (OAB/BA 28.998), representante da empresa queixosa.
Só que o prefeito de Heliópolis, o atrapalhado Walter Rosário, assinava na mesma data contrato com a RESERV CONSTRUTORA LTDA, vencedora da licitação em questão. O valor da obra é o exato valor do Convênio nº 701755/2010 - do FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO – FNDE - R$1.319.780,88. Licitação: Tomada de Preço 005/10. Dotação Orçamentária: 2.03.000 - 2014 - 4.4.90.51.00. O contrato leva o nº 391.2/2010. Numa errata de Licitação publicada pela prefeitura de Heliópolis, foi procedida a seguinte alteração no edital: o item 4.3.4. passou a ter a seguinte redação: “Na proposta deverá ser especificado o prazo de execução da obra, em dias consecutivos, que não poderá exceder a 18 (dezoito) meses, conforme Cronograma Físico-Financeiro explicitado na Cláusula Terceira da Minuta do Contrato, Anexo XII do referido Edital.” Assina a errata Geisiane Santos de Santana, presidenta da comissão do processo licitatório. Sendo assim, era para estarem inaugurando a obra agora no mês de junho, mas está tudo embargado e só o próximo prefeito inaugurará a referida creche.
Segundo o Dr. Lázaro, a obra está embargada pela Justiça há cerca de dez meses. Só que o prefeito ignorou a decisão judicial e continuou a tocar a obra. Tanto que no portal da prefeitura municipal (http://www.heliopolis.ba.gov.br) há fotos da obra em andamento e nenhuma referência sobre o embargo. Do total do convênio, a prefeitura de Heliópolis já recebeu exatos R$ 659.890,44 e precisa prestar contas para receber o restante. Por isso insistiu no andamento da obra. Quando dr. Lázaro soube, entrou com novo processo e um Oficial de Justiça veio confirmar tudo. Além de não inaugurar a obra, o prefeito poderá também responder processo por descumprimento de decisão judicial. Fato é que a licitação caminha para ser cancelada e o município terá um duplo prejuízo: não ter a obra que abrigaria 240 crianças e ainda pagar os custos da incompetência de seus administradores.
Congresso do PPS
O Partido Popular Socialista de Heliópolis fará seu Congresso Municipal dia 28 de abril na Câmara Municipal de Heliópolis. A vereadora Ana Dalva, presidenta da legenda, está convidando um leque considerável de palestrantes. Já confirmaram presença José Carlos Aleluia, presidente do Democratas-Bahia, José Gama Neves, do DEM-Heliópolis, o deputado Sandro Régis, do PR, a advogada Ivana Santana (Serrinha), o professor Marcos José (Fátima), o vereador Zezinho, presidente da Câmara de Fátima, a professora Pérola Marinho (AMO-Aracaju), além de Raimundo Lima e Jorge Souza (PR), Pedro Oliveira e professor José Milton (PV), Fernando (PPS), Beto Moura (DEM) e do professor Landisvalth Lima. Ana Dalva aguarda a confirmação do dirigente do PPS estadual que marcará presença no congresso para fechar a programação. Também está aguardando os nomes que representarão os partidos PMDB, PSC, PSDB, PDT e os dissidentes do PT municipal.
Mais candidatos
Um informante de responsa disse que o Ildelfonso Fonseca (Ildinho) aceita ser vice se todos fecharem em torno do nome de Gama Neves como candidato das oposições. É uma contra ofensiva à ideia de lançar Ildinho como candidato a prefeito para angariar o apoio de Gama, Ana Dalva e Landisvalth.
Menos candidatos
Enquanto isso, há um boato cada vez mais forte da não candidatura do Walter Rosário. A sua baixa popularidade e uma série de denúncias que estão prontas para serem lançadas no período de campanha, envolvendo inclusive fatos com a sigla BNB, estariam sendo fatores decisivos para a desistência. O plano B seria o lançamento de um nome supostamente neutro, leve, bondoso de fama, que não representasse sectarismos e fosse do “controle” do vereador Mendonça. Seria possível?

sábado, 7 de abril de 2012

Ayres Brito, o sergipano que pode mudar a justiça brasileira, segundo ISTOÉ

O ministro Carlos Ayres Britto pode ficar apenas sete meses na presidência do Supremo Tribunal Federal. Mas este período é suficiente para que conclua o esperado julgamento do mensalão e dê início a uma nova era na corte
Izabelle Torres – da revista ISTOÉ - edição 2213.
Carlos Ayres Brito, sergipano de Propriá e esperança para o Judiciário
A imagem de um Judiciário sisudo, onde os integrantes se comportam como se fossem deuses intocáveis, está prestes a ser enterrada. A partir do dia 19 de abril, o comando do Supremo Tribunal Federal passa para as mãos de um ministro popular, sorridente e sensível às mudanças do mundo. Carlos Ayres Britto é o retrato de uma nova fase da Justiça, que tem se aproximado cada vez mais da sociedade. Apaixonado pelos mistérios do ser humano, como ele diz, Britto é poeta desde os tempos de faculdade. Em plena ditadura militar, fazia poesias sociais enquanto dividia seu tempo entre o expediente no Banco do Brasil da cidade sergipana de Propriá, sua terra natal, e a faculdade de Direito de Aracaju. “Eu vivia na estrada. Eu aproveitava as idas e vindas e fazia poemas, não tinha tempo para me engajar nos movimentos”, contou à ISTOÉ. A atração pelas questões sociais o levou a se filiar ao PT na juventude. Ayres Britto não se envolvia diretamente com política, mas gostava de participar das reuniões em que sempre estava em pauta o sonho de construir um Brasil melhor. Em junho de 2003, quando foi indicado para o STF, ele “virou a página partidária” e deu início à trajetória do ministro que pode ajudar a mudar o perfil do Judiciário.
O sergipano de conversa fácil e gentil no trato com as pessoas não come carne, pratica caminhadas e é adepto da meditação. Seu estilo apaziguador é notado sempre que dois ministros discutem no plenário do STF. Quem o vê em seu gabinete admirando a paisagem de Brasília e reclamando que sua amada Aracaju está tomada por prédios, que ofuscam a beleza da cidade, nem imagina que nas mãos daquele homem de 1,58m de altura estará o destino de alguns dos mais importantes casos da história recente do País. O primeiro deles deve ser o mensalão do PT, no qual será julgado o maior esquema de corrupção dos últimos anos. Ayres Britto diz que tratará a ação contra 38 réus com a “atenção que um processo de tamanha proporção merece”. Ele conta que assim que assumir a presidência pretende conversar com o relator Joaquim Barbosa e com o ministro revisor Ricardo Lewandowski para fazer uma previsão sobre o dia do julgamento Ayres Britto é considerado linha-dura com políticos corruptos. Foi dele a relatoria do processo que resultou na primeira condenação pelo STF de um deputado federal em exercício, depois de 1988. Em 2010, ao defender punição para o deputado José Gerardo Oliveira por desvio de recursos públicos, Ayres Britto revelou o que pensava sobre a exigência de um currículo probo para os homens públicos. Dois anos depois, foi o principal defensor da Lei da Ficha Limpa, que afasta da vida pública candidatos que tenham sofrido algum tipo de condenação judicial por órgão colegiado. “Pode um político que já desfilou em toda a extensão do Código Penal ser candidato?”, questionava.
                                                              
                  
Em outros temas, o Judiciário também teve de se render a votos históricos do ministro sergipano. Foi assim durante o julgamento sobre união homoafetiva em maio de 2011, quando Ayres Britto deixou seus colegas desconcertados ao afirmar que o “órgão sexual é um ‘plus’, um bônus, um regalo da natureza”. 


Seu liberalismo também impressionou quando defendeu que concubina e esposa deveriam dividir a pensão do falecido, pois em vida ele havia se dividido entre as duas. “A concreta disposição do casal para construir um lar com um subjetivo ânimo de permanência que o tempo confirma é família, pouco importando se um dos parceiros mantém uma concomitante relação sentimental a dois”, defendeu.
     Seus votos repletos de citações e trechos de poesia costumam ser elaborados na semana dos julgamentos. Geralmente, Ayres Britto reúne dois ou três assessores no gabinete para discutir as teses e procurar argumentos. Não é raro a equipe e o ministro vararem a madrugada. “Gosto de ouvir as pessoas”, diz. Na verdade, o ministro quer transformar o diálogo em marca da sua gestão. Planeja convocar reunião para discutir com os colegas uma pauta de consenso, que dê ênfase a processos que tratem de improbidade administrativa. “Minha ideia é fazer uma administração compartilhada”, prevê. 
Se os votos de Ayres Britto deixam claro esse estilo, sua paixão pela literatura também fica mais do que evidente. “Quando enxergo em uma frase uma lição de vida, nunca mais esqueço. Tenho uma memória milimétrica para ditos e frases e uso essas mensagens em meus votos.” Nos últimos anos, o ministro relatou casos que requeriam profundo conhecimento técnico. Por suas mãos passaram as ações sobre a liberação das pesquisas com células-tronco embrionárias e a demarcação integral e contínua da área indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. À frente de um Supremo ainda adepto de hábitos elitistas, ele terá trabalho redobrado. Na garagem do STF, por exemplo, um tapete vermelho leva aos elevadores e evita que os ministros pisem no chão cimentado. No plenário, seguranças barram sem constrangimento homens e mulheres em trajes que considerem inadequados. Não se admite a falta de gravata ou calça preta que lembre jeans. Ele não liga para isso. Não raro, quebra o protocolo e vai cumprimentar visitantes.“Se alguém se dispuser a debater isso, estarei aberto ao diálogo”, promete o futuro presidente.
O perfil simples do único nordestino a compor o plenário do Supremo é interpretado no mundo jurídico como um sinal de que a sociedade será ouvida. O sergipano de Propriá, que vem de uma família de dez filhos e cujo pai era advogado com ideias modernas para seu tempo, pode até não mudar totalmente a Justiça brasileira. Mas sua chegada ao mais alto posto do STF certamente deve aproximar o Judiciário do pulsar das ruas.

¨¨¨Landisvalth Blog: Reportagem de ISTOÉ mostra as relações perigosas e...

¨¨¨Landisvalth Blog: Reportagem de ISTOÉ mostra as relações perigosas e...: Gravações revelam que o esquema de Carlinhos Cachoeira recebia proteção do governo de Goiás. Assessores do governador Marconi Perillo ante...

¨¨¨Landisvalth Blog: ÉPOCA revela o governador de 35 contas bancárias

¨¨¨Landisvalth Blog: ÉPOCA revela o governador de 35 contas bancárias: A Polícia Federal investiga por que Camilo Capiberibe (PSB), do Amapá, precisa de tantas delas, em quatro bancos, para movimentar seu dinh...